Pensando em construir?

Aqui vamos aos 6 passos para tornar seu sonho, uma realidade!


Estabelecer metas é uma das melhores maneiras de se sentir motivado a conquistar um objetivo. E isso também acontece quando se trata de construir seu imóvel.

Ter a casa própria é o sonho de muita gente, mas sem organização, muitos continuam pagando aluguel por achar que não têm condições de bancar um financiamento para a construção do seu sonho.

Aprender a poupar e elaborar um bom planejamento financeiro são os primeiros passos para atingir os seus propósitos.

Pensando nisso, elaboramos este guia com seis passos para quem precisa se organizar financeiramente para construir seu imóvel.

1 – LIVRE-SE DAS DÍVIDAS

Livrar-se de dívidas é o pontapé inicial para ir em busca do seu sonho. Repense seus hábitos de consumo e estabeleça gastos com o que é realmente essencial. Nada de crediários ou parcelas intermináveis no cartão de crédito. Opte sempre por pagamentos à vista.

2 – UTILIZE PLANILHAS

Uma gestão financeira bem organizada passa também pelo uso de planilhas Digitais, aplicativos nos celular ou em papel, são grandes aliadas para ajuda-lo a enxergar o todo e analisar o que entra e sai do orçamento. Assim, também é possível avaliar onde pode economizar e quanto vai poder investir. Além disso, as planilhas ajudam a evitar gastos com supérfluos.

3 – PESQUISE A LOCALIZAÇÃO

Agora que você já sabe qual é a realidade do seu orçamento, comece a pesquisar terrenos nas áreas de desejo com o tamanho desejado para seu imóvel. Pesquise por Arquitetos que possam te assessorar na compra do seu lote para seu projeto ficar do seu jeito e não existir gastos extras como movimentações de terra. Entre em contato Conosco que podemos te assessorar e ajudar desse passo em diante 😉

4 – PLANEJE OS GASTOS

É importante poupar dinheiro para despesas com taxas de prefeitura do seu projeto quando for dar entrada na mesma, impostos cobrados pela prefeitura. Além dos papéis do banco referentes à obra de construção, esteja preparado para gastos extras como móveis e a mudança para seu novo imóvel.

5 – FAÇA INVESTIMENTOS!

Como orçamento estruturado e previsão de quanto será preciso em mãos, é hora de investir o que foi poupado. Não deixe o dinheiro parado, faça o render! Opte por opções de pouco risco, como os fundos de renda fixa. O ideal é programar suas aplicações para que possa resgatar quando atingir no mínimo 20% do valor que custará a obra do seu imóvel.

6 – CONHEÇA OS FINANCIAMENTOS DISPONÍVEIS!

Depois de se organizar e fazer o dinheiro render, é hora de entrar em contato com um arquiteto, estamos disponíveis para atendê-lo. Pesquise e compare as condições de pagamento e principalmente os acabamentos e detalhamentos das propostas que receber, se há disponibilidade da construtora de fazer financiamento por exemplo, nós realizamos! Certifique-se de que as prestações não irão comprometer mais de 30% do seu orçamento. Assim, poderá definir qual a mais adequada ao seu bolso, e não menos importante, conheça a qualidade dos projetos já realizados pela empresa que irá contratar.